DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES: COMEMORAR O QUÊ?

MULHERES!

POR UM MUNDO ONDE SEJAMOS SOCIALMENTE IGUAIS, HUMANAMENTE DIFERENTES E TOTALMENTE LIVRES - Rosa Luxemburgo

Existem muitas datas marcantes, algumas ainda mais especiais. O capitalismo, que produz esta sociedade desigual, injusta e de consumismo destruidor, procura transformar todas elas em “datas de consumo”, desfigurando seu real sentido, em especial os 1º de Maio, dia internacional do trabalhador, e 08 de Março, dia internacional das mulheres.

No dia 08 de Março o senso comum é “consumir/comprar” flores, cartões, presentes e espaços na mídia comercial podre e misógina[1] , continuando a tratar as mulheres apenas como objeto. O senso comum é enaltecer as mulheres como “boas mães, esposas, trabalhadoras etc” .... É a hipocrisia de uma sociedade onde NÃO EXISTE UMA ÚNICA MULHER QUE NÃO TENHA SIDO VIOLENTADA, de alguma forma.

No Brasil, mesmo com estatísticas imprecisas, sabe-se que mais de 30% das mulheres já FORAM ESTUPRADAS, crime hediondo que acontece um a cada 11 minutos ... onde as que conquistam uma oportunidade de emprego SÃO AINDA MAIS EXPLORADAS que os homens, primeiro porque recebem até 25% menos do que homens na mesma função, depois porque tem menores possibilidades de ascensão profissional e são mais desrespeitadas pela sua condição de mulher ... onde empresas NÃO CONTRATAM mulheres porque elas “menstruam” e tem alterações humor/produtividade neste período, porque elas “engravidam e amamentam”, tendo muitos direitos por isso ... onde a grande maioria dos homens lhes dão flores nesse dia e as mantém na condição de LAVAR SUAS ROUPAS E LIMPAREM A CASA o resto do ano ... onde é necessária uma lei específica, chamada Maria da Penha, para tentar diminuir e punir a VIOLÊNCIA QUE SOFREM DENTRO DE SUAS PRÓPRIAS CASAS, local onde mais da metade delas são violentadas .... onde parece natural serem motivos de PIADAS .... onde parece natural serem CANTADAS quase diariamente nas ruas, praças, nos locais de trabalho, no transporte coletivo, enfim, as mulheres são violentadas só por serem mulheres, na sua intimidade e na sua condição feminina, diariamente ...

É preciso perceber que a violência contra as mulheres não é apenas sexual/física. É claro que estas são as mais perceptíveis, mas a “cultura do estupro” tem inúmeras outras formas e manifestações, das mais sutis às mais gritantes.

Por isso, o SINTRACARGAS, avalia que 08 de Março é um dia de LUTO, em reverência a todas que foram mortas, espancadas, torturadas e violentadas das mais diversas formas, é um dia de LUTA, porque continuamos e devemos aumentar o combate a todo tipo de discriminação e violência a condição feminina e, por fim, é dia de COMEMORAÇÃO, porque temos vitórias e avanços a nos estimular para continuar avançando, por exemplo, o fato de que neste ano, em várias partes do mundo, haverão greves, paralisações e todo tipo manifestações propostas e dirigidas pelas mulheres e suas organizações de luta. No Brasil, as mulheres definiram que o centro do movimento nesse dia é a PREVIDÊNCIA, na luta por nenhum direito a menos.

Nossos parabéns às mulheres, nossa reverência às mulheres, nosso reconhecimento às mulheres neste dia, está revestido de reflexão e de uma postura voltada para a mudança de comportamento em nosso cotidiano.

Posts Em Destaque
Posts Recentes